Antiga entrevista com Francisco Parreira.

Francisco Parreira, aficionado, embalsamador, embolador e criador de cavalos.

Relembrar a Corrida comemorativa dos 35 anos do Grupo da Tertúlia.

No ano que comemoram 45 anos, relembro a Corrida comemorativa dos 35 anos do Grupo da Tertúlia.

dezembro 23, 2010

Boas Festas e um Feliz Ano Novo


A todos os que me acompanham nesta minha vossa casa, votos de um Natal Feliz junto de vossas famílias e que o Ano Novo seja para todos vós muito feliz.
Saudações Taurinas.

Duarte Bettencourt

Dicionário Taurino

Adentros: Terreno compreendido por uma coroa circular imaginária do redondel de uma praça de toiros, mais próxima das tábuas. Considera-se o terreno do toureiro.Denomina-se também terreno de tábuas.

Afeitado: Manipulação na sua longitude, das astes do toiro de lide.

Afueras: É o terreno compreendido por uma coroa circular imaginária  mais próxima do centro do redondel de uma praça de toiros. Considera-se o terreno do toiro e onde deve ser lidado aquele que é bravo de comportamento. Denomina-se também pelos médios.

Agalgado: Toiro de pouca barriga e com patas altas, que nos lembra os galgos.

Aguantando: Sorte de matar em que o matador já se encontra perfilado para matar e se vê surpreendido pela investida do toiro, não desmanchando, conseguindo a estocada.

Ahiguerada: Sinal de corte na orelha da rês que nos faz lembrar uma folha de figueira.

Albahio: Diz-se de uma rês cuja pelagem é de cor esbranquiçada - amarelada, com um tom palha ou canário claro.

Albardado: Exemplar de pêlo castanho, ou retinto, com pelos mais claros no dorso e lombo, parecendo que leva uma albarda.

Albero: Terra que se utiliza no piso de um redondel, de uma praça de toiros.

Aldiblanco: Rês com uma mancha branca muito grande na parte inferior do corpo.

Aldinegro: Trata-se de uma rês de cor castanha ou sara com uma mancha negra na parte inferior do corpo.

6 Toros 6

dezembro 19, 2010

Sortes do Toureio a Pé - Revolera

Fotografia de Duarte Bettencourt

Lance de capote usado essencialmente como remate de uma série de lances, como por exemplo um série de verónicas, rodando o toureiro o capote à sua volta, segurado pela mão de fora, passando-o de mão por detrás das costas, realizando um efeito visual de grande valor estético.
Fique com um video de Alejandro Talavante numa série de verónicas rematadas por revolera.

Equitação Magazine - 3º Programa



Ramo Grande de Novo em Atarfe


O Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande irão participar, pelo segundo ano consecutivo, no Certame de Rejoneio da cidade granadina de Atarfe. Depois da sua extraordinária vitória no ano transacto o grupo da cidade da Praia leva uma vez mais o nome dos Açores e da Festa Brava terceirense além fronteiras. O grupo capitaneado por Filipe Pires actua na terceira eleminatória, que se realiza a 6 de Março, frente a exemplares de Campos Peña, que serão lidados pelos rejoneadores Javier Cano e Juan Manuel Cordero.
O empresário desta arena coberta inova a edição deste ano com a participação nos três festejos perliminares de três equipas de recortadores, que disputarão à semelhança dos restantes intervenientes, o acesso à grande final, que se realizará a 13 de Março.
Deixo-vos a composição dos carteis das três eliminatórias que compoem o V Certame de Rejoneo de Atarfe patrocionado pelo Canal Sur, que o transmite em directo para os quatro cantos do mundo.

- Domingo 20 de Fevereiro. Toiros de Prieto de la Cal para Joana Andrade e Ana Rita. Exibição Goyesca de recortadores da "Taurovisión". Pegam os forcados Amadores de Coimbra.

- Domingo 27 de Fevereiro. Toiros de Villamarta para Manuel Caetano e José Antonio Mancebo. Exibição de recortadores da "Team Toro".  Pegam os forcados Amadores de Alenquer.

- Domingo 6 de Março. Toiros de Campos Peña para Javier Cano e Juan Manuel Cordero. Exibição de recortadores da "Viza-Recortadores Arte y Emoción". Pegam os forcados Amadores do Ramo Grande.

- Domingo 13 de Março. Grande Final. Toiros de Millares para os dois rejoneadores/cavaleiros finalistas, recortadores finalistas e do grupo de forcados finalistas.

dezembro 18, 2010

Video do estado actual do Monumento ao toiro (actualizado)

dezembro 17, 2010

Foi vendida a Ganadaria dos Irmãos Toste


Oldemiro Toste, dono da ganadaria dos Irmãos Toste, vendeu recentemente a sua ganadaria a João Gaspar, antigo pastor do meio da corda da ganadaria de Rego Botelho, filho do também ganadeiro João Cardoso Gaspar. 
O novo ganadeiro adquiriu também o direito ao ferro, ferro este com que irá ferrar a camada de bezerros deste ano. De fora do negócio ficaram os utreros e quatreños, que irão ser lidados na próxima temporada, ainda da posse do seu antigo proprietário.
Ao novo ganadeiro votos de muitos sucessos, aos antigos proprietários um obrigado sentido por nos terem dado a oportunidade de podermos apreciar a qualidade dos vossos produtos. Na retina ficaram muitos momentos de gloria, com destaque para o excelente curro apresentado este ano na Praça de Toiros Ilha Terceira aquando da corrida a favor das Misericórdias. 
A história recente da tauromaquia açoriana foi também escrita com as cores azul e amarela dos ganadeiros do Cabo da Praia.

Duarte Bettencourt

dezembro 16, 2010

Tribuna Lusitana com Gonçalo Carvalho

dezembro 15, 2010

Rabo Torto no rtp.acores.pt

dezembro 11, 2010

Dicionário Taurino

A

Abaniqueo: Acção de abanicar. Adorno que se pratica com um movimento de muñeca desenhando a forma de um oito que se realiza após um série de lances com a muleta.

Abanto: Diz-se quando uma rês sai em corrida, atropelando, sai solta das sortes e em direcção a qualquer terreno.

Abreviar: Lidar com brevidade.

Acapachado: Rês cujas hastes apresentam uma trajectória, primeiro para baixo e depois para cima. Também chamado de capacho.

Acaramelado: Rês que têm as hastes de cor acaramelada desde la cepa ao piton.

Acarnerado: Rês cuja cabeça é arqueada como a de um carneiro, caracteristica encontrada em reses de encaste Murube.

Acochinado: Rês gorda e recortada, que lembra os porcos.

Acometer: Investir com ímpeto.

Acoplarse: Quando o toureiro entende e lida conforme as condições, boas o más, da rês.

Acoso: É o acossar a cavalo e a campo aberto de uma rês, geralmente como preliminar de una faena campera denominada acoso y derribo, seguido de tenta.

Sortes do Toureio a Pé - Gaonera



A gaonera é um lance de capote que foi inventado pelo matador de toiros mexicano Rodolfo Gaona, é executado com o mesmo por detrás das costas, sujeito por ambas as mãos e com a maior parte deste de um dos lados, geralmente iniciando-se o lance pela direita. O toiro ao chegar à jurisdição do toureiro, este gira o capote de uma mão a outra, voltando-o a apresentar da mesma maneira ao toiro pelo lado contrario. Em geral, o passe  repete-se em uma série de vezes e frequentemente se utiliza nos quites.
Veja também o video abaixo que elucida bem como se realiza esta sorte.


Equitação Magazine - 2º Programa



Revista Equitação

dezembro 10, 2010

TT no ACORES.RTP.PT

Não perca na próxima segunda feira no canal RTP Açores, o programa de Luciano Barcelos intitulado ACORES.RTP.PT, que terá como convidado Bruno Bettencourt, colega e amigo, que de entre muitas coisas também tem um blog tauromáquico sobejamente conhecido por Rabo Torto. Neste mesmo programa veja também a peça realizada por Tatiana Ourique com o autor destas linhas, sobre o Terceira Taurina.
Não se esqueça, segunda-feira dia 13 de Dezembro pelas 21 horas e 20 minutos na RTP Açores.

Novo semental na ganadaria CAJAF

Fotografia de Samuel Fagundes

A Casa Agricola José Albino Fernandes adquiriu recentemente à ganadaria continental de Falé Filipe, um novo semental. Trata-se do toiro número dois de pelagem colorau, que foi lidado na Praça de Toiros de Alcochete, em Março de 2009, pelo matador de toiros português Vítor Mendes. Esta nova aquisição irá beneficiar um lote de vinte  e sete vacas do mesmo ferro, adquiridas recentemente.

Equitação Magazine - 1º Programa





Novo Burladero de Dezembro de 2010

Depois de um defeso propositado aqui estou eu de novo

Estimados visitantes desde já queria me penitenciar pela ausência verificada neste passado mês. Tratou-se de um defeso propositado para carregar baterias para a temporada que se avizinha. Muitos ou alguns, não sei bem quanto, pensavam que eu tinha desaparecido, nada disso volto ainda com mais força e pujança para continuar a dignificar e a promover, a Festa Brava Açoriana.

Duarte Bettencourt